22/09/2016 18:09

Americana cria acessórios feitos de lacres de latas de refrigerante

Linha é produzida com material reciclado e parte da renda é repassada para instituições beneficentes



Uma das principais ações de sustentabilidade é a adoção dos 3 R´s, reduzir, reciclar e reutilizar. Porém, ainda existe confusão sobre cada um dos conceitos. A redução não é abdicação total do consumo, mas sim a avaliação da sua real necessidade. Por exemplo, é realmente necessário trocar seu aparelho de celular (smartphone) todo ano enquanto o seu ainda funciona perfeitamente? A indicação de novos aplicativos e/ou a mudança do design em geral são os apelos que a indústria usa para fazer com que você consuma mais e mais. Algumas empresas ainda te fornecem mais uma “ajuda” nesse processo, dando desconto no novo aparelho quando você entrega o antigo. E o seu antigo aparelho acaba por ser descartado. Por isso, é importante consumir de forma consciente, reduzindo sempre que for possível a demanda por novos produtos ou serviços a fim de diminuir o desperdício dos recursos ambientais utilizados para a sua elaboração.

Na reciclagem, a matéria-prima utilizada tem como origem o reaproveitamento de materiais que já foram usados na elaboração de outros produtos. Para fazer o aproveitamento essa matéria-prima sofre algum tipo de processamento para ficar adequada a produção de um novo produto. Por exemplo, o alumínio das latas de refrigerante são derretidos e usados para construir novas garrafas. Da mesma maneira, os componentes de um celular podem ser reciclados para a construção de um outro. Evidentemente que a reciclagem, em geral, só ocorre quando o custo de reaproveitamento é igual ou menor do que o custo de obtenção de uma matéria-prima ainda não utilizada. Felizmente a legislação começa a regulamentar esse processo, indicando que alguns produtos devem ter um percentual mínimo de matéria-prima reciclada em sua composição.

O reuso é a perpetuação de um material que iria ser descartado de uma nova forma. Não envolve a sua desconstituição (como na reciclagem) para o aproveitamento. Por exemplo, as garrafas de alumínio que continham refrigerante ao invés de serem simplesmente descartadas como lixo podem ser limpas e pintadas servindo como porta lápis. Outra possibilidade é a utilização de água usada para o banho que ao ser armazenada em outro recipiente pode ser empregada nas descargas dos vasos sanitários.

Dessa forma, a utilização dos lacres de refrigerante para a construção de ornamentos, como brincos, pulseiras e colares, é um processo de reuso. Uma situação bem interessante, pois um material que iria ser simplesmente descartado no lixo, ao ser utilizado por um artista passa a agregar valor. Situação semelhante ocorre com as roupas feitas a partir de garrafas pet (o plástico da garrafa pet pode ser desfiada formando um carretel de linha que serve para a elaboração de roupas) que em geral possuem um valor de venda superior as roupas feitas de tecido tradicional. O valor um pouco maior pode ser reflexo da agregação de valor pelo uso sustentável. Algo parecido como uma valorização do produto e de sua matéria-prima uma vez que estamos reduzindo impacto ambiental não usado fontes novas de matéria-prima.

Portanto, os 3 R´s auxiliam na sustentabilidade pois são meios de reduzir a pressão sobre os recursos ambientais minimizando os impactos ambientais. Aproveitem e relembrem o conceito de matéria-prima que pode ser definida como “a principal substância que é utilizada na fabricação de alguma coisa; o que é essencial para o desenvolvimento ou produção de algo: a parafina é a matéria-prima da vela.Figurado: O que pode ser utilizado como fundamento para o desenvolvimento de alguma coisa; particularidade daquilo que se encontra em estado bruto: o artista encontrava sua matéria-prima no lixo”

#3RsAquiVouEu