19/01/2017 16:57

Difusão de uma nova fonte de combustível

O hidrogênio é um possível substituto do petróleo



A era do petróleo não acabará por falta de matéria-prima, pois a cada dia novas reservas de petróleo são descobertas e o avanço da tecnologia vem possibilitando explorar o petróleo de fontes até então inviáveis, como o pré-sal e shale oil. O avanço tecnológico possibilita também com que novas fontes de energia possam ser utilizadas em substituição ao petróleo. Uma das que se destaca é o uso do hidrogênio.

Esse uso vem sendo feito nas chamadas células de hidrogênio, que variam de tamanho e potência. Elas podem ser usadas tanto para carregar um celular (aplicações portáteis), quando para abastecer uma cidade com energia elétrica (aplicações estacionárias) e também para aplicações móveis em veículos. O princípio de funcionamento das células é o mesmo das pilhas e baterias (reação oxirredução). O processo que ocorre nestas células é uma “queima” eletroquímica do hidrogênio com o oxigênio, formando água. O grande diferencial da célula em relação às máquinas térmicas é o aproveitamento da energia química contida no combustível. Usando a gasolina em um motor a combustão, por exemplo, só é possível aproveitar cerca de 20% da sua energia em potencial. Já o uso do hidrogênio em células, ainda na fase de pesquisas, atinge até 50% do aproveitamento, mais que o dobro. Além disso, enquanto os combustíveis fósseis liberam dióxido de carbono e outros poluentes na sua queima, o hidrogênio se mostra como alternativa limpa, pois só libera água, conforme o site da USP.

De acordo com o trabalho feito por Cabral e colaboradores (2014), segundo o site UFPR, o hidrogênio contém uma alta energia por unidade de peso relativamente com outro combustível, sua energia pode chegar aproximadamente a 2,5 vezes mais que o propano, gasolina e metano entre os demais, na combustão.As vantagens do uso de hidrogênio como fonte de energia estão relacionadas:a) a redução de emissão dos poluentes na atmosfera; b) maior velocidade na reação de combustão; c) sua célula combustível é mais operativa do que o motor a combustão interna; d) e é um recurso ilimitado.

Portanto, os próximos passos para a difusão dessa fonte de combustível é a ampliação da cadeia produtiva e a redução dos custos de produção, para que possa substituir o uso das fontes de poluentes – em geral mais baratas para a população – como o petróleo e de seus derivados.

#VemHidrogenio