11/08/2017 18:30

Uso e descarte de pilhas e baterias têm novas regras

O controle sobre a fabricação, o uso e o descarte de pilhas e baterias é fixado em decisão do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA)



Creio que você já percebeu que a eficiência das pilhas e baterias aumentaram nos últimos anos. Contudo, ainda estamos longe de uma tecnologia que forneça uma capacidade grande de armazenamento de energia por longo prazo e que não cause tantos impactos. Atualmente o grande problema das pilhas e baterias é o seu descarte, ou seja, o que fazer com o produto após o encerramento de seu ciclo de vida.

Dados da Universidade Federal de Uberlândia indicam que o descarte inadequado de pilhas e baterias expõe o solo, cursos d'água e até o ar à contaminação por produtos tóxicos perigosos como cádmio, chumbo, mercúrio, manganês, cobre, níquel, lítio, cromo e zinco. Entre alguns problemas de saúde que podem decorrer da contaminação, destacam-se:

1. Perda de memória: A ingestão de mercúrio por meio, por exemplo, de peixes contaminados, debilita as funções cerebrais causando perda de memória e outros distúrbios psíquicos.

2. Insuficiência renal crônica: A ingestão de cádmio, que pode acontecer por meio de água e alimentos contaminados, causa graves problemas aos rins, isso ocorre porque o cádmio tem vida biológica longa (10 a 30 anos) e demora muito a ser eliminado pelo organismo humano.

3. Inflamações dos pulmões: Já a inalação do cádmio, por meio da fumaça proveniente da sua queima, pode causar edema pulmonar.

4. Insuficiência Cardíaca: A Intoxicação por lítio pode causar um distúrbio em uma estrutura anatômica chamada nó sinusal. Essa estrutura que tem função de um marca-passo natural enviando estímulos elétricos dos quais dependem o funcionamento do coração, pode ser gravemente afetada pelo elemento alcalino.

5. Distúrbios digestivos:Tanto o chumbo quanto o cádmio podem arruinar seu sistema digestivo. Além de sentindo dores provenientes de patologias que podem ser irreversíveis, imagine-se sem controle de suas funções fisiológicas etc.

6. Danos nas articulações:A contaminação do organismo humano por chumbo pode deixar as articulações do corpo todo paralisadas. As primeiras a serem afetadas são as dos dedos e do pulso.

Desta forma, é fundamental descartar corretamente as pilhas e baterias após o fim de sua vida útil. Existe um conjunto de regras indicadas pelo IBAMA para o uso, transporte, descarte e reciclagem desses materiais. Além disso, o descarte deve ser em recipientes indicados adequados e jamais ser em lixo comum. Portanto, cabe a nós consumidores fazermos nossa parte e levar aos postos de coletas nossas pilhas e baterias e contribuirmos na redução dos impactos ambientais.

#Pilhas #Eficiencia #LongoPrazo #SemImpactos